Pessoal, estes vídeos estão rolando na internet desde o sábado. As imagens são chocantes e mostram uma mulher, com uma criança no colo, agredindo o cachorro da família. A mulher ainda estimula o filho a fazer o mesmo, a pontapés, na sacada de um condomínio da Zona Norte de Porto Alegre. As cenas são fortes e foram gravadas por um vizinho da agressora na sexta-feira. Intrigado com o choro incessante do poodle filhote, adotado pela família dias antes, o rapaz usou o celular para registrar as agressões.

No decorrer das gravações, dá para ouvir a mulher ironizando o gosto por animais e enxotando o cachorro de dentro de casa. O filho mais velho também aparece na imagem  atirando o animal no chão e o chutando contra a parede. Por duas vezes, o cachorro desliza da porta de casa até o muro da sacada. De acordo com os vizinhos, a mulher teria saído de casa com as duas crianças, após as cenas de brutalidade, e teria pedido socorro chorando, dizendo estar preocupada com o estado de saúde do cachorro.

O bichinho foi retirado da casa da agressora e os vizinhos convenceram o marido da mulher a entrega-lo. O síndico é dono de uma clínica veterinária da Capital e ficou com o cachorro na sexta-feira. No dia seguinte, o levou para exames e disse que cão passa bem. Ele não apresentou fraturas externas, nem internas. Depois de receber alta, o animal foi adotado pelo subsíndico do prédio.

Devido à gravidade, o caso foi levado à Polícia Civil e à Secretaria Especial de Direitos Animais (Seda), que acionou o Conselho Tutelar para verificar a possibilidade de afastamento do convívio de mãe e filhos. Segundo informações da Seda, somente em abril foram encaminhadas 8 mil fiscalizações por denúncias de maus-tratos a animais em Porto Alegre.

FIQUE ATENTO: É possível denunciar qualquer caso de violência através do 156 Fala Porto Alegre. Ajude a combater a criminalidade!

Captura de Tela 2013-05-12 às 19.31.11

 

Pessoal, algumas protetoras de Porto Alegre estão se organizando para realizar uma manifestação PACÍFICA no próximo domingo, dia 19/05. Elas irão levar faixas com frases, cornetas, pintar o rosto, mas também respeitar o local dos outros moradores do condomínio, que nada tem a ver com a história. Lembrando: o evento será totalmente sem violência, pois a falta de respeito não chega a lugar nenhum. Se você quiser participar, veja mais informações clicando AQUI!